Quarta-feira, 22 de Novembro de 2006

joao pedro pais

Quando adormeço e fico no vazio
Quando me tocas o corpo quieto e frio
Mesmo que o sintas não dizes nada

Quando me abraças tudo estremece
Quando me beijas o escuro enlouquece
Tu não sentes nem sabes nada

Não dizes nada se não estou
Ficas calada se me vou
Tu não sabes nada de nada

Pouco te importa a quem me dou
Nunca lutastes por quem eu sou
Eu estava certo e tu errada

Quando me aqueces fico nos teus braços
Quando me esqueces eu perco os teus passos
Nem tu sentes mesmo nada

Quando o teu suspirar rompe o silencio
Quando te perdes por momentos
Tu não sabes mesmo nada, nada ....

Não dizes nada se não estou
Ficas calada se me vou
Tu não sabes nada de nada

Pouco te importa a quem me dou
Nunca lutastes por quem eu sou
Eu estava certo e tu errada

Quando te toco pela ultima vez
Ohhh ohhh !!!!!
E o trem arranca depois das 3
a hora, já estava marcada

Não dizes nada se não estou
Ficas calada se me vou
Tu não sabes nada de nada

Pouco te importa a quem me dou
Nunca lutastes por quem eu sou
Eu estava certo e tu errada

Não dizes nada ficas calada
Tu não sabes nada de nada

publicado por turlesapo19 às 23:56
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Spending My Time

. listen to your heart

. it must have been love

. I Wish I Could Fly

. fading like a flower

. crash boom bang

. its my life

. all about lovin you

. again

. happy boys and happy girl...

.arquivos

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds